Publicada em 06/07/2014 às 12:07:00h | Editoria Segurança/Polícia
Presidente do SINAPF-MS e diretora da CSPB participa de criação de Confederação no Chile




CLIQUE PARA AMPLIAR
<br>
 

PUBLICIDADE
...
Internacional: CSPB participa da criação de Confederação de Policiais e Agentes Penitenciários na América Latina 

A diretora de Assuntos das Mulheres, Infância e Juventude da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil - CSPB, Cintia Rangel, representou o Brasil na reunião internacional da Confederação de Trabalhadores Policiais e Penitenciários na América Latina, em Santiago (Chile), na última quarta-feira (25). 

A representante da CSPB avaliou de forma positiva a reunião. “Considero de suma importância a criação dessa Confederação, que vai  tratar de forma apurada as condições de trabalho de todos os servidores públicos na área de segurança da América Latina”. A abertura do evento contou com a presença do ministro da Justiça do Chile, José António Gómes e do subsecretário, Marcelo Albornoz. Sob o comando do presidente da Associação de Oficiais Penitenciários (ANFUP), Pedro Hernandez, que assumiu a liderança da confederação. a reunião garantiu a participação de representantes de diversos países latinos, entre eles: Brasil, Argentina, Chile, Uruguai, Colômbia e Venezuela.

Na solenidade de inauguração, o ministro Goméz felicitou Pedro Hernandez, recém-nomeado presidente do novo órgão internacional, e destacou o relevante papel dos oficiais penitenciários em seu País: "Acreditamos que o sistema prisional reúne papéis fundamentais para a sociedade. Tanto na segurança, como nos processos de reabilitação e reintegração das pessoas que cometeram crimes”. O ministro informou que a taxa de condenação em prisões no Chile chega a 48 mil pessoas, e um número semelhante de penas é realizado com outras medidas de precaução, sendo essas alternativas, as mais aplicadas em seu País dentre outros da América Latina. "Portanto, a solução não está na cadeia." 

A este respeito, o ministro Goméz  disse que já estava trabalhando para desenvolver um sistema prisional considerando a sua infra- estrutura, os seus funcionários, treinamento, remuneração, tecnologia e suas necessidades. O presidente da Confederação, Pedro Hernandez, por sua vez, destacou que o desenvolvimento de funcionários deve estar conjugado com a estrutura do sistema prisional e vice-versa. "Não podemos pensar em benefícios prisionais voltados para infra- estrutura interna, e deixar o quadro de funcionários de lado”.  

Ele ressaltou que o pedido deve ser  “ transversal e justo” :  Nosso trabalho deve ser valorizado com melhorias nas condições de trabalho, com dignidade e  em um ambiente de negociação coletiva. O nascimento desta Confederação visa o debate de ideias e o direito de se organizar. " 

A líder sindical e agente penitenciária do sistema federal, Cíntia Rangel, faz um balanço do encontro: “Considero de suma importância a criação dessa Confederação. Ela vai tratar com um olhar mais apurado, as condições de trabalho de todos os servidores públicos da área de segurança da América Latina. Nos dias atuais, infelizmente, a América Latina é o continente mais violento do mundo. Diante deste preocupante cenário, a questão da segurança pública será um dos principais temas abordados durante o processo eleitoral nos países latino-americanos e no Brasil. Esse problema não ocorre isoladamente. Temos que pensar como continente. O caminho da solução passa pela contribuição de todos, e ambos,  Brasil e CSPB, têm um papel fundamental nas instituições que representam os servidores na região”.


por Valmir Ribeiro edição de Grace Maciel


Leia Também

Comente!

 



PUBLICIDADE
.


PUBLICIDADE
.


VÔOS
Aeroporto Internacional de Campo Grande MS



CLASSIFICADOS
As melhores ofertas você encontra aqui >


 
PUBLICIDADE
.
 
 
 
Editorias
Canais
Contatos
     

 
Redes Sociais
 
 
 
     
 
     
© Copyright - Todos os Direitos Reservados - 2010 / 2017
SINAFEP-MS - Sindicato dos Agentes Federais de Execução Penal em Mato Grosso do Sul | Política de Privacidade
E-mail: sinapf.financeiro@gmail.com
   
Desenvolvido por